sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Be a Blogger

Decidi criar o blog como uma forma de fugir ao tédio diário em que me encontro… o desemprego!
Nada me fazia sentir útil ou realizada e depois de seguir tantas bloggers, tanto internacionais como nacionais, decidi entrar neste mundo da blogosfera na "desportiva".


Com o memoriesandaddictions criado, tinha como principal objetivo partilhar os meus interesses desde a moda ao design, tentando sempre dar a conhecer novos artistas principalmente portugueses! É claro que, com o tempo, este fio condutor foi se ramificando para outras áreas, como beleza, lifestyle, fashion, etc.  Este hobbie acabou por se tornar uma necessidade diária de publicar tanto no blog como nas outras plataformas,  entre as quais o facebook,  o tumblr e o instagram.

Como tudo na vida, esta experiencia tem os seus pontos positivos e negativos. Posso afirmar que, em menos de um ano de atividade, o blog já me abriu algumas portas e trouxe novos contactos, mas, ao contrário do panorama internacional, é impossível que seja uma ocupação a tempo inteiro.

É claro que existem exceções à regra, o "problogging", como é chamado o fenómeno, é cada vez mais uma realidade. Já existem muitas bloggers profissionais em Portugal que vivem a 100% dos rendimentos dos seus blogs e conseguem fazer deles uma marca como a venda de uma linha de vernizes, joias, t-shirts, etc. Claro que tudo isto se deve ao sucesso e a muita dedicação e não é com um ano de blog que conseguimos estes resultados.
Se eu desejo isso para mim?
Não vou mentir que com a entrada neste mundo queremos sempre mais e que o nosso trabalho seja reconhecido e recompensado nem que seja com visualizações ou partilhas.

Para já, tento arranjar novas parcerias, fazer giveaways (passatempos) numa maneira de criar um elo de ligação com os leitores e leitoras. Já escrevi para a rúbrica "Battle Bloggers" na Betrend e espero que apareçam novas oportunidades.
Espero que o blog me acompanhe por muitos mais anos e quem sabe um dia fazer uma formação em styling.

Andreia Mendes

Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário